Quênia: Bancos saqueados durante incêndio

Autoridades que investigam um incêndio de grande proporções que atingiu o principal aeroporto de Nairóbi disseram nesta quinta-feira que foi descartada a possibilidade de um ataque terrorista e agora tentam determinar se o fogo foi intencional ou acidental.

AE, Agência Estado

08 de agosto de 2013 | 17h34

Investigações preliminares determinaram que uma loja de eletrônicos, um banco e uma estação da ATM foram saqueadas durante e após o incêndio. Policiais disseram que eletrônicos e dinheiro foram roubados da ATM. As investigações estão sendo acompanhadas por membros do FBI.

O incêndio que atingiu o Aeroporto Internacional Jomo Kenyatta, centro de tráfego aéreo mais importante do leste da África, obrigou as linhas aéreas a anularem ou desviarem todos os voos na quarta-feira.

A autoridade aeroportuária voltou a autorizar a entrada e saída de voos internacionais nesta quinta-feira e áreas de imigração e de recolhimento de bagagens foram improvisadas.

A reposta do bombeiros do aeroporto no combate ao fogo foi criticada como lenta e inadequada, mas as autoridades não conseguiram dizer com certeza se os saques ao banco e ATM foram feitos pelos bombeiros. O policial responsável pelas investigações criminais no aeroporto, Joseph Ngisa, disse que não recebeu reclamação formal de roubo e que a polícia está esperando que as instituições afetadas informem o que foi perdido no incêndio.

Todos os funcionários públicos no Kenia, incluindo a polícia, bombeiros e soldados recebem baixos salários e frequentemente são acusados de corrupção. Policias que fazem a segurança na entrada do aeroporto internacional são conhecidos em Nairóbi por cobrarem suborno de motoristas de táxis e de outros veículos com motoristas quenianos.

O presidente Barack Obama telefonou ao presidente Uhuru Kenyatta para oferecer apoio. O incêndio aconteceu no 15º aniversário do ataque a bomba à embaixada dos EUA no Quênia e Tanzânia que resultou na morte de 224 pessoas, a maioria quenianos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
QuêniaaeroportoNairóbiincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.