Quênia: Número de participantes de atentado seria menor

As imagens do circuito fechado de câmeras de segurança do shopping center de luxo atacado por extremistas islâmico no mês passado em Nairóbi mostram apenas quatro milicianos armados, revelou hoje uma fonte no governo do Quênia. As imagens sugerem que havia bem menos invasores do que se imaginava antes.

Agência Estado

02 de outubro de 2013 | 14h34

Autoridades quenianas disseram inicialmente que entre dez e 15 agressores haviam atacado o shopping Westgate em 21 de setembro, dando início a uma tomada de reféns e a um cerco que se estenderam por dias e deixaram pelo menos 67 mortos.

O ataque ao shopping foi reivindicado pelo grupo extremista islâmico Al-Shabab em retaliação à presença militar queniana na Somália. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Quêniaatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.