Quênia repudia alerta dos EUA após ataque em Nairóbi

O Quênia criticou duramente a decisão dos Estados Unidos de emitir um alerta de viagem ao seus cidadãos, após o ataque mortal em um centro comercial de luxo na capital Nairóbi. Um comunicado emitido neste sábado pelo Ministério das Relações Exteriores do Quênia condenou a ação e diz que ela foi "desnecessária".

Agência Estado

28 Setembro 2013 | 17h33

O Departamento de Estado dos EUA divulgou na última sexta-feira um alerta que faz referência ao ataque terrorista de 21 de setembro, no Westgate Mall, que deixou pelo menos 67 pessoas mortas, incluindo vários turistas. De acordo com o Departamento, cinco americanos ficaram feridos na ação.

O alerta advertiu os americanos para tomarem cuidado com as ameaças terrorista em curso e ficaram atentos à alta incidência de crimes violento em algumas áreas. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.