Quinto acidente em 2 dias em minas chinesas deixa 4 mortos

Com este acidente, já são 44 pessoas mortas por acidente em minas de carvão

Efe,

19 de julho de 2010 | 05h56

PEQUIM - O quinto acidente em minas de carvão na China em apenas dois dias deixou quatro trabalhadores mortos e 13 feridos após uma explosão de gás numa mina da província de Liaoning, no nordeste do país.

Com este novo acidente, aumenta para 44 o número de trabalhadores mortos desde sábado, 17, em minas de carvão chinesas.

A agência oficial Xinhua informa nesta segunda-feira, 19, que a explosão, cuja causa ainda é investigada, ocorreu às 20h30 local deste domingo, 18, (9h30 de Brasília) no interior de uma mina da Companhia de Carvão e Eletricidade Nanpiao, a cerca de mil metros de profundidade.

Os 13 trabalhadores feridos se encontram em estado estável e recebem tratamento em hospitais locais.

Este acidente é o quinto que ocorre em minas da China desde sábado passado, quando 28 mineiros morreram no incêndio de uma jazida de carvão na província de Shaanxi.

No segundo acidente, oito trabalhadores morreram no desabamento de uma mina na província de Henan. No terceiro, outros dois perderam a vida na província de Hunan. E no quarto, na província de Gansu, dois morreram e outros 11 permanecem soterrados numa mina que inundou após um escapamento de água.

Esta soma de acidentes confirma que as minas na China são as mais perigosas do mundo, devido à precariedade de seus métodos de segurança e à exploração exagerada de muitas delas, em um país onde o carvão é a principal fonte de energia.

Tudo o que sabemos sobre:
China, mina, acidente, carvão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.