Quinze guerrilheiros talibãs morrem em combates com Otan

Forças da Otan mataram pelo menos 15supostos guerrilheiros talibãs, entre eles dois líderes, em combatesocorridos na segunda-feira na província de Kandahar, no sul doAfeganistão, informou nesta quarta-feira o Ministério da Defesa afegão. Os combates entre as forças conjuntas da Otan e do Exércitoafegão e supostos rebeldes talibãs causaram a morte de pelo menos 15guerrilheiros. Outros quatro ficaram feridos. Na operação, as forças da coalizão internacional tambémapreenderam uma "grande quantidade de explosivos". O porta-voz da Força para a Assistência à Segurança (Isaf) emCabul, Jason Chalk, afirmou que cerca de 50 guerrilheiros talibãsmorreram em combates ocorridos nos últimos dias em vários pontos dosul do país durante a Operação Baath Tsuka. A operação, cujo nome significa Cúpula do Falcão, teve início nosábado, com o objetivo de acabar com a resistência talibã no sul dopaís. O Afeganistão, sobretudo as províncias do sul e do leste, nafronteira com o Paquistão, atravessa este ano a por onda deviolência desde 2001, quando os talibãs foram expulsos de Cabul. Em 2006 houve cerca de 4 mil mortes, a maioria de civis, segundodados oficiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.