Quinze mortos e 60 feridos em Israel

Um atentado suicida à bomba na noitedesta sexta-feira numa movimentada calçada de uma praia emTel Aviv matou 15 pessoas, incluindo atacante que havia se misturado a jovens naentrada de uma discoteca, informou a imprensa israelense. Pelomenos 60 pessoas ficaram feridas,seis em estado grave, segundofontes hospitalares. A calçada é repleta de cafés e restaurantes e estava lotada deisraelenses desfrutando o início do fim de semana. A televisão local informou que a explosão ocorreu nasproximidades da discoteca Pansha. Uma testemunha relatou à Rádiode Israel que o atacante estava no meio de um grupo de pessoasesperando para entrar na discoteca. Trinta ambulâncias foram enviadas ao local da explosão, queaconteceu por volta das 23h locais. Ninguém assumiu imediatamente responsabilidade pelo atentado,mas nos últimos meses de confrontos entre israelenses epalestinos, militantes islâmicos já promoveram mais de uma dúziade ataques semelhantes. O grupo militante islâmico Hamas havia anunciado que iriaperpetrar pelo menos 10 atentados suicidas à bomba, e até agorajá havia assumido responsabilidade por oito. Forças de segurança israelenses têm estado em alto alerta masnão estão sendo capazes de bloquear a fronteira com aCisjordânia e evitar infiltrações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.