Quirguistão confirma decisão de fechar base dos EUA

O chefe do Conselho de Segurança Nacional do Quirguistão, Adakhan Madumarov, afirmou hoje que não será revertida a decisão de fechar a base aérea norte-americana no território quirguiz. A instalação militar é estratégica para as operações dos Estados Unidos e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão. Madumarov disse, em entrevista coletiva, que estava confiante de que conseguiria apoio do Parlamento para essa medida. Os parlamentares devem tratar do caso na semana que vem. O anúncio de Madumarov parece enterrar as esperanças norte-americanas de assegurar a manutenção da base aérea Manas, localizada nas proximidades da capital quirguiz.O presidente do Quirguistão, Kurmanbek Bakiyev, anunciou o fechamento da base na terça-feira, em uma visita à Rússia. Na viagem Bakiyev assegurou mais de US$ 2 bilhões em auxílio financeiro e crédito de Moscou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.