Quirguistão convoca reservistas

Conflitos no sul do país já deixaram 82 mortos e mais de mil feridos

Efe

13 de junho de 2010 | 06h30

O Ministério da Defesa do Quirguistão ordenou neste domingo, 13, a mobilização de cidadãos de até 50 anos sujeitos a serviço militar a fim de estabilizar a situação no sul do país, onde os confrontos entre quirguises e uzbeques deixaram pelo menos 82 mortos e quase 1.100 feridos.

 

"O Ministério da Defesa ordenou chamar todas as pessoas de até 50 anos sujeitas a serviço militar para se apresentar na delegacia até às 15h (6h de Brasília)", disse um porta-voz ministerial.

 

Acrescentou que o decreto a respeito do governo provisório foi assinado "no interesse de garantir a segurança dos cidadãos e proteger os fundamentos constitucionais no sul da República do Quirguistão, a fim de normalizar o mais rápido possível a situação e restabelecer a lei e a ordem".

Tudo o que sabemos sobre:
Quirguistãoconflitos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.