Quito expropriará 2,5 milhões de hectares

EQUADOR

, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2010 | 00h00

O governo do presidente equatoriano, Rafael Correa, expropriará nos próximos quatro anos 2,5 milhões de hectares de terras consideradas improdutivas e concentradas nas mãos de poucos proprietários. A decisão - divulgada pelo Ministério da Agricultura - faz parte de um plano para redistribuir a riqueza e reduzir os níveis de pobreza. No Equador há 14 milhões de hectares de terra aptos para produção agrícola, mas apenas 28,5% são utilizados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.