Radialistas acusados de incitar mortes são presos

A polícia da Nigéria prendeu ontem três radialistas no norte do país. Segundo as autoridades, comentários feitos pelos suspeitos na Wazobia FM criticando a campanha de vacinação contra a polio levaram ao assassinato de nove mulheres encarregadas de aplicar as vacinas.

O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2013 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.