Radicais tomam bases militares na capital

Grupos islâmicos radicais tomaram ontem o controle das principais bases militares da capital da Somália, Mogadíscio, depois que as forças etíopes retiraram suas tropas pondo fim a dois anos de cooperação militar entre os dois países. Os grupos dizem que agora passarão atacar os 2.400 militares das forças de paz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.