Rádio diz que morte de enfermeira é 'tragédia'

A morte da enfermeira de Kate, a duquesa de Cambridge e mulher do príncipe William, é uma "tragédia", afirmou ontem o diretor da rádio 2Day FM, responsável pelo trote na funcionária do hospital onde estava internada a princesa. Locutores da emissora australiana telefonaram ao centro médico fingindo ser a rainha e o príncipe Charles e tapearam a enfermeira. Ela foi encontrada morta no dia seguinte.

O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2012 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.