Rainha aceitaria casamento de Charles com Camilla

A rainha da Grã-Bretanha, Elizabeth II, mudou de idéia e agora quer que seu filho mais velho, o príncipe Charles, ponha em ordem sua vida sentimental antes de se tornar rei, e para isso estaria disposta até a aceitar seu casamento com Camilla Parker Bowles. Essa teoria foi levantada pelo respeitado jornalista britânico Peter Oborne, em um artigo publicado pela também respeitada revista mensal Spectator. A versão, no entanto, foi veementemente negada pelo Palácio de Buckinghan."Passei meses mantendo um estreito contato com os cortesãos de Charles, e escrevi o artigo apenas depois de ficar convencido de conhecer a verdade", escreveu Oborne. O jornalista afirma que a nova atitude da rainha se deve ao fato de ela supor que os primeiros dias de reinado de Charles seriam arruinados pelo contínuo rumor jornalístico sobre onde dorme Camilla e sobre o comportamento do Palácio de Buckingham.Elizabeth II, de acordo com Oborne, não quer que seja negado a seu filho o direito de envelhecer junto à mulher que ama desde a década de 70. Segundo o jornalista, a rainha teria dado o seu consentimento para que haja uma união, mas apenas com a condição de que isso ocorra depois do Jubileu por seus 50 anos no trono (em junho de 2002) e de que Camilla não se converta jamais em rainha nem em princesa de Gales.Um porta-voz de Charles afirmou que "a posição oficial sobre o casamento não mudou" e que o artigo publicado pela Spectator "está cheio de puras suposições".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.