Rainha Elizabeth é proibida de beber todos os dias por médicos

Revista americana Vanity Fair ouviu fontes ligadas à família real, que informaram que recomendação tem por objetivo manter a rainha em forma para compromissos públicos; drinks em ocasiões especiais seguem liberados

Redação - O Estado de S.Paulo

Aos 95 anos e perto de completar 70 anos como monarca do Reino Unido, a rainha Elizabeth II foi aconselhada por médicos a parar de beber diariamente. Fontes próximas à família real falaram sobre a recomendação à revista americana Vanity Fair na semana passada, alegando que o objetivo seria manter a rainha na melhor forma possível para seus próximos compromissos oficiais.

"Disseram à rainha que deixasse seu drinque noturno, que geralmente é um martini", disse uma amiga da família, citada pela revista americana. "Não é realmente um grande problema para ela, ela não bebe muito, mas parece um pouco injusto que, nesta fase de sua vida, ela esteja tendo que desistir de um dos poucos prazeres."

De acordo com o tabloide britânico Daily Mail, a decisão da rainha de não beber não tem relação direta com uma questão de saúde específica. Também não significa que Elizabeth II não possa mais beber em ocasiões especiais - que estariam liberadas, segundo a Vanity Fair.

Continua após a publicidade

Rainha Elizabeth II durante visita a uma fábrica de bebidas na Escócia, em 28 de junho de 2021. Foto: Andrew Milligan/Pool via REUTERS

O objetivo imediato da "lei seca" no Palácio de Buckingham, segundo a publicação britânica, seria o desejo da rainha de estar na melhor forma possível para a celebração de seu Jubileu de Platina - que será comemorado em junho do próximo ano -, quando pretende viajar o máximo possível pelo país.

Embora raramente seja vista bebendo em público, muito se especula sobre o hábito da rainha em consumir álcool diariamente. A Vanity Fair lembrou o relato de uma prima falecida de Elizabeth, Margaret Rhodes, de que ela costumava beber uma taça de champanhe antes de dormir.

A publicação americana também aponta que a bebida preferida da rainha é o martini seco, favorita também do príncipe Charles - que consumiria todas as noites -, e que também aprecia Dubonnet e gim (bebida favorita da rainha mãe). 

No ano passado, o Palácio de Buckingham lançou sua própria marca de gim, e a rainha permite que vinho espumante seja produzido de suas vinhas no Windsor Great Park.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Rainha Elizabeth é proibida de beber todos os dias por médicos

Revista americana Vanity Fair ouviu fontes ligadas à família real, que informaram que recomendação tem por objetivo manter a rainha em forma para compromissos públicos; drinks em ocasiões especiais seguem liberados

Redação - O Estado de S.Paulo

Aos 95 anos e perto de completar 70 anos como monarca do Reino Unido, a rainha Elizabeth II foi aconselhada por médicos a parar de beber diariamente. Fontes próximas à família real falaram sobre a recomendação à revista americana Vanity Fair na semana passada, alegando que o objetivo seria manter a rainha na melhor forma possível para seus próximos compromissos oficiais.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.