Rainha Elizabeth II chega a Dublin para visita polêmica

Visita é a primeira de um monarca britânico à Irlanda desde a independência do país, há 90 anos

estadão.com.br,

17 Maio 2011 | 09h49

A presidente da Irlanda, Mary McAleese, dá as boas vindas à rainha Elizabeth II

 

DUBLIN - A rainha Elizabeth II chegou nesta terça-feira, 17, a Dublin para iniciar uma histórica visita de Estado de quatro dias à Irlanda, a primeira de um monarca britânico desde a independência do país há 90 anos.

 

Veja também:

video TV Estadão: Rainha Elizabeth II chega a Dublin

 

Vestida de verde, a cor da Irlanda, a rainha desceu do avião acompanhada de seu marido, o duque de Edimburgo, e o casal foi recebido pela Guarda de Honra irlandesa e pelo vice-primeiro-ministro e titular das Relações Exteriores, Eamon Gilmore.

 

A comitiva real se dirigiu em seguida à residência da presidente irlandesa, Mary McAleese, no Phoenix Park, para receber as boas-vindas oficiais. Ao lado da governante da Irlanda, o plantio de uma árvore simbolizará o começo de uma nova era de entendimento entre os dois países, cuja situação foi normalizada graças ao êxito do processo de paz na Irlanda do Norte.

 

Depois do almoço com McAleese, Elizabeth II irá ao Jardim da Lembrança, no centro de Dublin, para depositar flores no monumento que honra os mortos pela causa da liberdade do país, onde se espera que grupos de manifestantes protestem, à distância, pela presença da rainha no país.

 

Em seguida, percorrerá o curto trajeto que separa a Parnell Square do Trinity College, o que a obrigará a passar pelo escritório geral dos Correios na O'Connell Street, o edifício mais emblemático do Levante da Páscoa de 1916, a rebelião irlandesa sufocada violentamente pelo Exército britânico.

 

Na universidade, cujas vagas eram de uso exclusivo de protestantes durante grande parte de sua história, Elizabeth II poderá desfrutar do Livro de Kells, uma das obras mais importantes do cristianismo celta e da arte saxão-irlandesa.

 

Segurança

 

Mais cedo na terça-feira o Exército irlandês desarmou uma bomba, horas antes da chegada da rainha ao país. Segundo o Exército, um dispositivo explosivo foi encontrado na noite de segunda-feira em um ônibus em uma região pela qual a monarca britânica passaria durante a visita.

 

Em um incidente separado, houve um alerta de segurança em Dublin. Um pacote suspeito encontrado perto de uma linha de trem está sendo examinado. De acordo com a Reuters, a polícia local estava revistando pessoas nas ruas da cidade.

 

Com Efe e Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.