REUTERS/Eddie Mulholland
REUTERS/Eddie Mulholland

Rainha Elizabeth II se prepara para celebrar aniversário durante os próximos 3 meses

Britânicos e membros da Commonwealth homenagearão a monarca por seus 90 anos com diversos eventos celebrados em Londres

O Estado de S. Paulo

19 Abril 2016 | 10h31

LONDRES - A rainha Elizabeth II se prepara para completar 90 anos nesta quinta-feira e iniciar uma comemoração que se prolongará durante três meses, acolhida por sua família e pelos súditos dos 16 países dos quais é chefe de Estado.

Os atos mais destacados acontecerão na Grã-Bretanha, mas os países da Comunidade Britânica de Nações - mais conhecida como Commonwealth - também homenagearão a soberana, e alguns de seus representantes a visitarão em Londres.

Rainha que ficou no trono durante mais tempo em todo o mundo, Elizabeth II costuma celebrar seu aniversário em junho, uma tradição criada por Edward VII para que os aniversários reais coincidissem com um tempo bom, algo que não é muito comum em Londres.

No entanto, sua majestade dará início informal das festividades na quarta-feira com um passeio pelos arredores do Castelo de Windsor, onde devem se reunir alguns súditos para parabenizá-la. O ato central do dia será uma visita ao escritório dos correios Royal Mail Windsor, quando se completa o 500º aniversário do serviço postal no país.

Elizabeth II e o príncipe Philip, duque de Edimburgo e com quem se casou há quase 70 anos, passearão depois pelos jardins do palácio, junto a 500 estudantes que formarão um coro com a Banda da Guarda Irlandesa, informaram os porta-vozes do programa de festejos. No local, acontecerá a representação de outra história de amor, a de Romeu e Julieta, em lembrança aos 400 anos da morte de William Shakespeare, em 23 de abril.

No dia seguinte, a rainha soprará 90 velas e acenderá o primeiro de mil pequenos faróis que iluminarão a Grã-Bretanha em um ato no qual estará acompanhada por seu filho Charles, príncipe de Gales, e sua mulher Camila, duquesa da Cornualha.

Em seguida, ela fará um passeio pelos 64 lugares mais representativos de Windsor que simbolizam seu reinado, batizado de "The Queen's Walkway", para depois tomar chá com um grupo de pessoas com idades próximas à dela e, à noite, se reunirá com toda sua família.

Programação. Entre 12 e 15 de maio, diversos atos lembrarão os momentos mais destacados de sua vida, tais como seu nascimento, seu casamento, sua coroação, sua relação com as forças armadas e a Commonwealth.

Além disso, Elizabeth II assistirá a um desfile equestre com mais de 900 cavalos, sua grande paixão, e a apresentação de 1,5 mil atores, músicos e dançarinos, entre eles 100 gaiteiros.

Para o dia 10 de junho está marcada uma missa de ação de graças na catedral de Saint Paul, para celebrar os 95 anos do duque de Edimburgo. No dia seguinte, os membros da família real participarão, com suas carruagens, da cavalgada Trooping the Colour, e quando chegarem a Buckingham, saudarão seus súditos da sacada do palácio.

No domingo seguinte, dia 12, haverá um almoço ao ar livre na The Mall, avenida que vai da Trafalgar Square até o palácio, com 10 mil representantes das 600 organizações beneficentes que a rainha preside de forma honorária tanto na Grã-Bretanha como na comunidade britânica.

A esse ato ao ar livre se somarão outras festas populares nos conhecidos parques Green Park e St. James Park. E nos dias 10 e 11 de junho, os pubs britânicos fecharão apenas à 1h, e não mais às 23h, como exige a lei, em razão do aguardado aniversário. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.