Arthur Edwards/Pool via AP
Arthur Edwards/Pool via AP

Rainha Elizabeth passa noite no hospital para série de exames

Uma fonte real disse que a rainha, de 95 anos, permaneceu no hospital por razões práticas e que sua equipe médica adotou uma abordagem cautelosa

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2021 | 19h17

LONDRES - A rainha Elizabeth II, de 95 anos, passou uma noite no hospital para ser submetida a exames preliminares, segundo informou o Palácio de Buckingham nesta quinta-feira, 21. De acordo com o comunicado, a monarca britânica já voltou ao Castelo de Windsor e estava de bom humor.

A rainha cancelou uma viagem oficial à Irlanda do Norte na quarta-feira com o palácio dizendo que ela havia sido instruída a descansar por sua equipe médica, e que isso não estava relacionado à covid-19

"Seguindo o conselho médico para descansar por alguns dias, a rainha foi ao hospital na tarde de quarta-feira para alguns exames preliminares, retornando ao Castelo de Windsor na hora do almoço hoje (quinta-feira), e permanece de bom humor", disse o palácio em um comunicado.

Segundo a BBC, Elizabeth II foi examinada por especialistas no hospital privado King Edward VII, no centro de Londres, o mesmo onde seu marido, príncipe Philip, foi internado, antes de morrer, em abril, aos 99 anos.

Uma fonte real disse que a rainha permaneceu no hospital por razões práticas e que sua equipe médica adotou uma abordagem cautelosa. Ela voltou para sua mesa para trabalhar na tarde de quinta-feira e estava realizando algumas tarefas leves, disse a fonte.

Elizabeth passou a noite de terça-feira oferecendo uma recepção com bebidas no Castelo de Windsor para líderes empresariais bilionários, como Bill Gates, depois que o primeiro-ministro Boris Johnson convocou uma conferência de investimento verde antes da cúpula do clima COP26.

A rainha, a monarca mais antiga e reinante do mundo -- em 2022, serão 70 anos de reinado --, parecia com boa saúde na época, sorrindo feliz ao encontrar os convidados./REUTERS e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.