REUTERS/Marcos Brindicci
REUTERS/Marcos Brindicci

Rainha Máxima da Holanda vai ao funeral do pai na Argentina

Zorreguieta, homem do rico campo argentino e ministro da Agricultura entre 1976 e 1983, morreu aos 89 anos na terça-feira em Buenos Aires

O Estado de S.Paulo

10 Agosto 2017 | 18h54

BUENOS AIRES - A rainha Máxima da Holanda se despediu nesta quinta-feira, 10, do seu pai, Jorge Zorreguieta, ex-ministro da ditadura argentina, ao lado de seu marido, o rei Williem-Alexander, e suas três filhas, que interromperam suas férias na Europa para comparecer ao funeral, perto de Buenos Aires.

Zorreguieta, homem do rico campo argentino e ministro da Agricultura entre 1976 e 1983, morreu aos 89 anos na terça-feira em Buenos Aires, vítima de um linfoma complicado por uma infecção respiratória.

A monarca, de 46 anos, chegou à capital argentina no sábado passado para visitar o pai e acompanhá-lo em seu leito.

"Sua majestade o rei Williem-Alexander e a rainha Máxima anunciam com tristeza a morte de Jorge Zorreguieta", confirmou o governo holandês em um comunicado na terça-feira à noite.

O funeral foi "privado" com a presença do casal real e suas três filhas, as princesas Amalia, Alexia e Ariane, segundo a declaração. / AFP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.