Ramallah: diretor da BBC vai negociar libertação de jornalista

O diretor-geral da BBC, Mark Thompson, encontra-se nesta quinta-feira, 12, em Ramallah, sede da Autoridade Nacional Palestina (ANP), numa tentativa de conseguir a libertação do correspondente dessa cadeia, Alan Johnston, seqüestrado há um mês por palestinos em Gaza.Mesmo depois de um mês do cativeiro, ainda não foi possível conhecer a identidade dos seqüestradores, em que lugar Johnston se encontra e quais são as exigências para colocá-lo em liberdade.Fontes palestinas que preferem o anonimato manifestaram que o jornalista foi seqüestrado por pistoleiros de um conhecido clã familiar desse território autônomo e que o valor do resgate exigido é de US$ 5 milhões.Em Gaza, outras fontes informaram da chegada nesta quinta-feira, 12, de um emissário da Arábia Saudita para intervir no caso de Johnston, seqüestrado em 12 de março quando circulava, durante o dia, num veículo pela Cidade de Gaza, três meses antes de concluir sua missão como correspondente da BBC.Várias emissoras de TV, entre elas a catariana Al Jazera, exibem nesta quinta-feira programas especiais pedindo a libertação do jornalista, em razão do aniversário de um mês do seqüestro.Trata-se do cativeiro mais longo deste tipo registrado em Gaza, onde cerca de 20 jornalistas estrangeiros foram seqüestrados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.