Ramos-Horta deixa UTI de hospital na Austrália

O presidente do Timor Leste, José Ramos-Horta, saiu ontem da UTI de um hospital na Austrália, onde estava desde o dia 11, quando levou três tiros em um ataque rebelde em Díli, capital timorense. No mesmo dia do atentado contra Ramos Horta, os rebeldes também tentaram assassinar o premiê Xanana Gusmão, que saiu ileso do atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.