Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Raúl Castro diz que é preciso abrir caminho para jovens

O presidente interino de Cuba, Raúl Castro, disse na sexta-feira que o dever da sua geração é "abrir o caminho para as novas gerações, os novos dirigentes"."Mas não dirigentes de proveta, porque ser um quadro profissional da Juventude Comunista (UJC) representa um sacrifício", afirmou o irmão mais novo do presidente Fidel Castro, ao encerrar o quinto plenário do Comitê Nacional da organização.O também ministro da Defesa reconheceu o trabalho da organização juvenil em temas relacionados com a defesa do país, informou a televisão estatal. Ele destacou o papel das jovens que se incorporaram ao serviço militar voluntário feminino."Mais uma vez podemos afirmar que nos sentimos orgulhosos dajuventude cubana", disse Raúl Castro.Ele falou também dos compromissos e desafios dos jovens parapreservar a continuidade da revolução cubana. Na sua opinião, o desafio das novas gerações é assumir a mudança dos tempos, do sacrifício e entrega ao sistema social cubano.Além disso, insistiu na necessidade "de formar dirigentes mais identificados com a prática de suas profissões e de acordo com a política de quadros como garantia da continuidade da revolução", acrescentou a televisão estatal.Raúl Castro assumiu em 31 de julho de 2006 a chefia do governo cubano devido a uma delicada operação intestinal a que foi submetido Fidel Castro, cuja doença é considerada "segredo de Estado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.