Raúl Castro recebeu Hugo Chávez em sua primeira aparição pública

O irmão do presidente cubano Fidel Castro, Raúl, que assume provisoriamente o governo do país, fez sua primeira aparição pública neste domingo desde que o assumiu o poder do Estado, recebendo o presidente venezuelano Hugo Chávez."Em um gesto inesquecível e solidário", informou noticiário da televisão cubana, "Chávez chegou à Havana para celebrar junto com Fidel Castro seus 80 anos". O noticiário mostrou imagens de Raúl Castro no aeroporto da capital cubana, acompanhado pelo vice-presidente Carlos Lage "para dar as boas-vindas ao querido irmão de muitas lutas". A televisão local mostrou imagens do abraço que Raúl Castro deu no presidente venezuelano.Raúl Castro, de 75 anos, assumiu o governo de Cuba em 31 de julho, enquanto Fidel Castro se recupera de uma cirurgia no intestino. Fidel delegou em caráter provisório os cargos de primeiro secretário do Partido Comunista, de presidente do Conselho de Estado e comandante das Forças Armadas cubanas a seu irmão.Chávez anunciou no sábado em Caracas a intenção de viajar a Cuba para entregar a Fidel Castro café, um punhal usado por Simón Bolívar e um pedaço de bolo. Fidel divulga nova mensagem e imagensEm mensagem publicada neste domingo pelo jornal estatal cubano Juventud Rebelde Fidel Castro prometeu lutar por sua saúde e afirmou que o país "continuará marchando perfeitamente bem".A nota foi publicada juntamente com várias fotos do presidente cubano, as primeiras divulgadas desde que foi operado. Em uma das imagens, ele mostra uma edição de sábado, dia 12, do Granma, o jornal oficial do Partido Comunista cubano. A agência de notícias Associated Press, que também distribuiu as fotos, informa não ser possível confirmar se o registro foi realmente feito no sábado."A todos os que desejaram minha saúde, prometo que lutarei por ela", diz Fidel na mensagem divulgada pela versão digital da publicação. "Queridos compatriotas e amigos de Cuba e do resto do mundo, hoje, dia 13, cheguei aos 80 anos de idade", começa a mensagem do revolucionário, que, em alusão à sua saúde, declara que "dizer que a estabilidade objetiva melhorou consideravelmente não é inventar uma mentira".O jornal Juventud Rebelde publica quatro fotos de Fidel vestido com um casaco esportivo com as cores da bandeira cubana (branca, vermelha e azul). Em uma das fotos, Castro parece falar ao telefone. Em outra, aparece segurando um exemplar do suplemento especial que acompanhou a edição de ontem do diário Granma e que traz na capa uma foto sua com o título: "Absolvido pela história".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.