RCTV começa na segunda-feira transmissão como canal pago

Canal será transmitido pelas operadoras Intercable, DirecTV, Net-uno e Planet

Deisy Buitrago, da Reuters

12 Julho 2007 | 01h09

A venezuelana RCTV anunciou na quarta-feira, 11, que a partir de segunda-feira começará a transmitir seus canais por quatro operadoras de TV paga, depois de quase dois meses fora do ar devido à decisão do governo de não renovar sua concessão como TV aberta. A emissora, que fazia oposição ao governo e foi chamada de "golpista" pelo presidente Hugo Chávez, manterá uma programação similar à que difundia com sinal aberto, no canal agora chamado RCTV Internacional. "A partir do próximo 16 de julho iremos ao ar por (meio das operadoras) Intercable, DirecTV, Net-uno e Planet, por enquanto, já que continuamos no processo de negociação com mais operadoras nacionais e regionais", disse em entrevista coletiva o diretor-executivo da RCTV, Marcel Granier. O novo canal pertence a uma subsidiária norte-americana da rede, a RCTV International Group. A TV paga atinge 21,34 por cento dos lares venezuelanos, segundo estimativa da Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel, um órgão público) relativa ao primeiro trimestre. Desde que saiu do ar, em maio, a emissora mais antiga e mais vista da Venezuela buscou alternativas para manter sua presença nos lares do país, embora garanta que insistirá nos tribunais para retomar seu sinal aberto. Granier disse que a empresa teve de investir em equipamentos de transmissão, depois que a Justiça cedeu o uso dos aparelhos anteriores ao canal público que substituiu a RCTV, o que dificultou sua entrada na TV paga.

Mais conteúdo sobre:
RCTV Chávez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.