Reações de solidariedade a vítimas dos atentados

Sinos tocaram, bandeiras foram hasteadas pela metade e conferências, shows e partidas esportivas canceladas nesta quarta-feira enquanto os países contemplam o luto conseqüente dos atentados que atingiram os EUA."Apocalypse now", proclama o jornal belga De Morgen. "O dia do juízo final na América", diz a manchete do jornal jordaniano al-Aswaq. "Sem vingança, não à terceira guerra mundial", pede uma faixa afixada perto da embaixada americana em Berlim.Flores e velas cercam a representação diplomática na cidade que diz ser solidária aos EUA pelo apoio que este país prestou quando o muro ainda transformava Berlim numa ilha.A rainha Elizabeth vai promover uma troca da guarda especial em homenagem às vítimas. A empresa alemã Bertelsmann anunciou a doação de US$ 2 milhões para ajudar as famílias dos bombeiros mortos.Suíça e Noruega oferecem oficiais da polícia para ajudar na investigação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.