Rebelde checheno é morto em Grozny

Forças de segurança russas mataram ontem em Grozny, na Chechênia, Rustam Basayev, um dos principais colaboradores do líder separatista Doku Umarov. Basayev foi morto num confronto com uma patrulha policial. Dois policiais também morreram durante a troca de tiros. O conflito separatista na Chechênia, que começou após o fim da URSS, em 1991, já deixou mais de 80 mil mortos, de acordo com estimativas extra-oficiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.