Rebelde sírio descreve bombardeio a vilarejo

Combatentes de ambos os lados da fronteira entre Síria e Turquia dão detalhes sobre ataques e fragilidade da insurgência

HACIPASA, TURQUIA, O Estado de S.Paulo

14 de março de 2012 | 03h04

Uma conversa telefônica entre dois combatentes sírios testemunhada ontem pelo Estado, por meio do viva-voz, registra com riqueza de detalhes a ação do Exército no vilarejo de Janoudiya, noroeste da Síria, a 1 km da fronteira com a Turquia.

Do outro lado da linha, o combatente descreve o bombardeio ao vilarejo de 9 mil habitantes: "Qualquer um que sair na porta será morto imediatamente. Os corpos estão espalhados pelas ruas e há 15 pessoas sob os escombros, incluindo bebês e crianças." O combatente acompanhado pelo Estado partiu de Janoudiya (Província de Idlib) na segunda-feira e está em Hacipasa, do lado turco da fronteira. Ambos pediram que não fossem identificados para proteger suas famílias. O que está em Janoudiya desabafa: "Quando vão nos entregar armas? Quando todos estivermos mortos?"

Ao lado, a íntegra da conversa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.