Rebeldes aceitam entregar Monróvia à força de paz

Os rebeldes que mantêm a capital da Libéria sob cerco concordaram nesta terça-feira em deixar o porto de Monróvia, permitindo que comida e ajuda humanitária cheguem às pessoas isoladas na parte da cidade ainda sob controle do governo, informa o embaixador americano. Até quinta-feira, eles entregarão a cidade às forças de paz internacionais.O embaixador John Blaney reuniu-se com os rebeldes, juntamente com os comandantes da força de paz enviada à Libéria pelas nações da África Ocidental e uma força expedicionária dos fuzileiros navais americanos.Os rebeldes concordaram em deixar o porto e as áreas vizinhas, e deixar Monróvia de vez até o meio-dia de quinta-feira, entregando o controle da cidade às forças de paz. A força, composta por militares da África Ocidental, tem menos de mil homens e ainda não se afastou muito do aeroporto que usa como base. O total da tropa deverá chegar a 3.250 soldados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.