Rebeldes admitem morte de líder

Os rebeldes do grupo Libertação do Eelam Tâmil (LTTE, na sigla em inglês) admitiram ontem que seu líder, Velupillai Prabhakaran, está morto. Na semana passada, o Exército de Sri Lanka havia divulgado a foto do corpo de Prabhakaran. Em nota, o LTTE afirmou que o líder "virou mártir". O grupo também informou que vai lutar agora pelos direitos da etnia de forma pacífica.

, O Estadao de S.Paulo

25 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.