Rebeldes ameaçam com novos ataques na Caxemira

Rebeldes muçulmanos na Caxemira afirmam que armazenaram armas letais e sofisticadas e ameaçam usá-las contra as forças indianas nos próximos dias. Os rebeldes são os mesmos que as autoridades suspeitam de terem sido os autores do ataque suicida contra o Parlamento de Nova Delhi. ?Os novos e sangrentos ataques vão encurralar a Índia e a vitória será nossa?, diz um comunicado publicado hoje em jornais da Caxemira. O comunicado é assinado pelo grupo islâmico radical Jaish-e-Mohammad. A Índia suspeita que eles tenham organizado o ataque ao parlamento, em 13 de dezembro, quando 14 pessoas morreram, incluindo os 5 membros do comando suicida.

Agencia Estado,

02 Janeiro 2002 | 09h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.