Rebeldes atacam base com armas pesadas

Rebeldes do Exército Sírio Livre atacaram ontem com armas pesadas a base aérea de Menagh, controlada por tropas leais ao regime de Bashar Assad em Alepo, a segunda maior cidade do país. Com um tanque tomado do Exército regular, o ESL bombardeou um aeroporto militar. Segundo ativistas da oposição, foi o primeiro ataque de larga escala com armas pesadas organizado contra Assad.

DAMASCO, O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2012 | 03h01

Civis sírios relataram à agência Associated Press que há sinais de que Assad esteja planejando uma ofensiva final a Alepo. Pelo 13.º dia, rebeldes e militares disputaram o controle do estratégico bairro de Salahedine.

De acordo com moradores de Alepo, o sinal de telefonia celular na cidade foi cortado. Há relatos também de falta de comida, de gás e de combustível. Em Damasco, houve novos choques ontem entre as tropas do ditador e rebeldes. Dezenas de pessoas morreram, segundo o opositores.

O líder do Conselho Nacional Sírio, entidade que reúne a fragmentada oposição contra Assad, disse ontem em Paris que Homs, Hama e partes de Damasco foram libertadas pelo ELS. Alepo, por sua proximidade com a Turquia, simpática à causa rebelde, é considerada estratégica. "Se perdermos Alepo, teremos de montar nossa base no Palácio Presidencial", disse. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.