Rebeldes avançam na capital da Líbia

Artilharia pesada e explosões sacudiram a capital da Líbia neste sábado depois que os rebeldes tomaram o controle de uma grande cidade costeira a oeste de Trípoli. Comandantes rebeldes disseram que os disparos na capital marcaram o início do ataque ao principal reduto do ditador Muamar Kadafi.

AE, Agência Estado

20 de agosto de 2011 | 20h35

Tiroteios e bombardeios foram ouvidos claramente no hotel onde correspondentes estrangeiros se hospedam na capital. Explosões foram ouvidas na área, com aeronaves da Otan realizando pesados bombardeios depois do anoitecer.

O coronel Fadlallah Haroun, comandante rebelde militar, disse que o avanço marca o início da Operação Sereia - como foi apelidada a capital - um assalto a Tripoli coordenado com a Otan. Haroun disse à Associated Press que as armamentos foram montados e enviados por rebocadores até Trípoli na noite de sexta-feira. Ele disse à rende Al-Jazira que soldados estão lutando em duas frentes, no bairro Tajoura e na área onde fica o aeroporto internacional.

Na manhã de sábado, o governo organizou uma viagem para levar os repórteres até o aeroporto para lhes mostrar que o local ainda estava nas mãos do governo. O chefe do Conselho Nacional de Transição disse que a data de 20 de agosto foi escolhida para lembrar a batalha de Badr, quando os muçulmanos conquistaram a cidade sagrada de Meca em 624 d.C.

O porta-voz do governo Moussa Ibrahim apareceu na televisão líbia para negar que estaria havendo uma revolta em Trípoli. "Houve algumas brigas, lidamos com elas, mas agora está tudo calmo", disse. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Trípolirebeldesavanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.