Rebeldes capturam nove cidades do Haiti

Rebeldes armados tomaram nove cidades da região oeste do Haiti, intensificando um levante popular contra o governo do presidente Jean Bertrand Aristide que já deixou pelo menos 40 mortos. A revolta armada começou na última quinta-feira na cidade de Gonaives, no noroeste haitiano, onde os revoltosos incendiaram distritos policiais e expulsaram os agentes de segurança e funcionários públicos."Nos encontramos em uma situação de insurreição popular armada", disse o político da oposição e ex-coronel do Exército Himler Rebu. Num primeiro momento, a violência estava concentrada na região oeste do país, mas o movimento se propagou a outras oito cidades. A cifra de mortos foi confirmada por testemunhas, um funcionário da Cruz Vermelha, líderes rebeldes e emissoras de rádio.O Haiti está em crise desde 2000, quando Aristide venceu as eleições presidenciais, cujo resultado foi posto em dúvida pela oposição e observadores internacionais, o que levou ao bloqueio de milhões de dólares em ajuda estrangeira. A oposição se nega a participar de novas eleições antes que Aristide renuncie, enquanto que o presidente insiste que governará até o fim de seu mandato, em 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.