Rebeldes causam 11 mortes na Argélia

Seis soldados, parte de um comboio militar, foram mortos, e 14 outros, feridos, em uma emboscada realizada por rebeldes islâmicos na Argélia. Cinco pastores foram mortos em outro ataque, informa a imprensa local. O comboio de soldados, que voltava de uma missão de patrulha, inadvertidamente ativou uma bomba escondida na estrada. Os rebeldes então abriram fogo. Em outra parte do país, um grupo armado atacou cinco pastores, com idades entre 12 e 63 anos, matou todos e roubou-lhes as roupas. Mais de 100 mil pessoas já foram mortas nos nove anos da rebelião islâmica, que teve início em resposta à anulação de eleições parlamentares pelo Exército.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.