Rebeldes comunistas matam dez soldados nas Filipinas

Rebeldes comunistas nas Filipinas emboscaram e mataram dez soldados, informaram hoje os militares locais. Os soldados voltavam ao campo para o cessar-fogo da época de Natal quando foram surpreendidos pelos rebeldes ontem. O ataque do grupo Novo Exército do Povo, na ilha de Samar, no centro das Filipinas, ocorre 48 horas antes do início do cessar-fogo de 18 dias.

AE, Agência Estado

15 de dezembro de 2010 | 09h03

"Eles se aproveitaram do anúncio do cessar-fogo. Os soldados estavam se retirando da área e foram traiçoeiramente emboscados", disse o coronel Noel Vestuir. "Nós obedeceremos à ordem para suspensão das operações militares, mas nossas tropas estão agora realizando operações de perseguição com o apoio da polícia." As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.