Rebeldes das Farc dizem que libertarão 5 prisioneiros

Integrantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) informaram que pretendem libertar cinco reféns e que vão entregá-los à ex-senadora Piedad Córdoba, assim que o governo oferecer garantias de segurança.

AE, Agência Estado

08 de dezembro de 2010 | 18h15

A guerrilha de esquerda afirmou, em texto publicado hoje pelo site Anncol, que vai libertar um major da polícia, um cabo, e um fuzileiro naval, assim como dois vereadores de uma cidade do sudeste do país.

O grupo libertou 14 prisioneiros desde janeiro de 2008, todos entregues a Córdoba, que tem fortes relações com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez. As Farc mantêm cerca de 22 soldados e policiais, além de um número desconhecido de civis em cativeiro. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Farclibertaçãoprisoneiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.