Rebeldes de Uganda matam pelo menos 35 pessoas

Rebeldes de Uganda atacaram uma pequena cidade do norte do país, matando pelo menos 35 pessoas antes de serem obrigados a se retirar por um contra-ataque do Exército, afirmou hoje um oficial das Forças Armadas. Os rebeldes do grupo Resistência dos Lordes atacaram a cidade de Awalo, 380 quilômetros ao nordeste de Kampala, na segunda-feira, usando cacetetes e machados para matar indiscriminadamente os moradores, disse o tenente-coronel Charles Otema, um oficial da inteligência do Exército.Os rebeldes cortaram uma de suas vítimas em pequenos pedaços e os jogaram em água fervente, afirmou. O grupo rebelde Resistência dos Lordes inclui remanescentes de uma rebelião do norte que começou depois que o presidente Yoweri Museveni, do sul, tomou o poder em 1986.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.