Jerome Delay/AP
Jerome Delay/AP

Rebeldes do Congo começam a sair de Goma

Congoleses do grupo M23 aguardam início das negociações com o governo do presidente Joseph Kabila

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 10h09

KAMPALA - Rebeldes congoleses do grupo M23 iniciaram a retirada gradual de tropas da cidade de Goma nesta quarta-feira, 28, anunciou o porta-voz da facção. Ontem os chefes militares da região estenderam o prazo para a saída do local em 48 horas.

Os insurgentes começaram a deixar os arredores de Goma e deverão se manter a uma distância de pelo menos 20 quilômetros da cidade enquanto aguardam o início das negociações com o governo do presidente Joseph Kabila, segundo o representante do M23, Amani Kabasha.

O início da retirada marca uma fase importante no conflito, que parecia estar caminhando para um impasse depois de os rebeldes dizerem que não sairiam de Goma, a menos que o governo congolês aderisse a uma série de exigências políticas.

As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
Congogrupo M23Joseph KabilaÁfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.