Rebeldes do Haiti detêm avanço sobre a capital

O líder dos rebeldes do Haiti, Guy Philippe, disse que adiará a invasão da capital, Porto Príncipe, por um ou dois dias, atendendo a um pedido do governo dos Estados Unidos. Forças hostis ao governo do presidente Jean-Bertand Aristide continuam a convergir para a periferia da cidade, disse Philippe em entrevista à Associated Press.?Ouvi dizer que os EUA pediram que nossos homens para que detenham o avanço rumo a Porto Príncipe?, disse. ?Está no noticiário da internet?. Perguntado se o governo americano havia feito algum contato direto com suas forças, ele disse que não, que viu o apelo na Net.Philippe, um ex-chefe auxiliar de polícia do norte do Haiti que fugiu de acusações de golpe contra o governo em 2000, confere com freqüência a internet a partir de sua mesa no Hotel Mont Joli. ?Se eles pedem isso, é porque têm uma opção melhor, uma opção pela paz, e sempre daremos uma chance à paz?. O líder disse que suas forças, compostas por quatro diferentes grupos rebeldes, ?não querem nenhum problema com a comunidade internacional?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.