Rebeldes e governo concordam em assinar acordo em Darfur

O governo sudanês e o maior grupo rebelde de Darfur concordaram nesta sexta-feira em assinar um acordo de paz, disse um enviado dos Estados Unidos à região. A notícia melhora as previsões internacionais para que a destruição e morte acabem no oeste do Sudão.Segundo o representante do Departamento de Estado americano, Robert Zoellick, dois pequenos grupos rebeldes haviam rejeitado o acordo. Mas o processo pode ser retomado, pois um desses grupos dividiu-se em dois por divergências internas, com dissidentes criticando seu líder por não aderir ao tratado."Hoje o maior grupo rebelde, Minni Minnawi, concordou em assinar o acordo e o governo sudanês também assinará", disse Zoellick.Membros das dezenas de grupos rebeldes acusam o governo de ser negligente quanto ao empobrecimento da região, mas acabaram se dividindo devido a rivalidades de liderança, com isso prorrogando os acordos.A luta entre o governo e rebeldes parece estar chegando ao fim após três anos de batalhas, repetidas falhas nos acordos de paz e de um tratado de cessar-fogo de 2004 ter sido rasgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.