Rebeldes enviam reforços a cidade do Iêmen em meio a ataques da Arábia Saudita

Rebeldes xiitas do Iêmen aumentaram sua ofensiva no sul do país, aparentemente ignorando o reinício dos ataques aéreos da Arábia Saudita, segundo autoridades.

Estadão Conteúdo

23 de abril de 2015 | 12h21

De acordo com testemunhas, os rebeldes xiitas, conhecidos como houthis, enviaram reforços para a cidade portuária de Áden, ao sul do Iêmen, com o objetivo de tomar toda a cidade. No entanto, ataques aéreos da Arábia Saudita têm dificultado as movimentações dos rebeldes.

Explosões atingiram as cidades de Taiz e Ibb, no Iêmen ocidental, nesta quinta-feira, bem como a cidade Áden, quando aviões da coalizão bombardearam os rebeldes e seus aliados,

disseram testemunhas.

Moradores afirmaram também que os houthis estavam atacando a cidade de Dhale, um dos portões de entrada para a cidade de Áden.

Os sauditas acreditam que os rebeldes xiitas são ferramentas do Irã para assumir o controle do Iêmen. O Irã tem fornecido apoio político e humanitário para os houthis, embora Teerã negue que tenha financiado armamentos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iêmenviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.