Abdul Malik Watanyar/AFP
Abdul Malik Watanyar/AFP

Rebeldes invadem banco e matam 10 no sul do Afeganistão

Grupo deixou 15 feridos em ataque ao Kabul Bank, na província de Helmand; em Nangahar, outro ataque vitimou um policial 

Estadão Conteúdo

17 de dezembro de 2014 | 12h40

Insurgentes afegãos invadiram um banco província de Helmand, sul do país, matando pelo menos 10 pessoas, dentre elas três policiais, informaram autoridades.

No ataque, na capital provincial de Lashgar Gah, cinco suicidas entraram na agência do New Kabul Bank. Um dos homens detonou os explosivos que levava junto ao corpo na porta do banco, permitindo que os demais entrassem, disse Omer Zawaj, porta-voz do governador da província. Ao entrar, eles dispararam contra os agentes das forças de segurança que cercaram o prédio, declarou Zawaj.

O porta-voz da polícia de Helmand, Fareed Obaid, disse que três policiais estão entre os mortos. "Há também 15 feridos, dentre eles seis membros das forças de segurança afegãs", afirmou ele, acrescentando que o restante dos insurgentes foi morto durante troca de tiros.

Anteriormente, o médico chefe do hospital em Lashkar Gah disse que mais de 20 pessoas com ferimentos à bala haviam dado entrada no local. "Também temos cinco corpos trazidos para cá", afirmou Aslan Nawaz.

O ataque aconteceu um dia depois de membros do Taleban paquistanês terem atacado uma escola administrada pelo Exército em Peshawar, matando mais de 141 pessoas, a maioria estudantes. O Taleban afegão condenou o ataque, dizendo que o assassinato de inocentes é anti-islâmico.

Hazrat Hussain Mashraqiwal, porta-voz da polícia de Nangahar, leste do país, disse que 11 insurgentes foram mortos após um ataque com avião teleguiado (drone) na terça-feira. Eles estavam num veículo quando o veículo foi atacado, afirmou, acrescentando que dentre os mortos há dois comandantes insurgentes. 

Também em Nangahar, que é a capital da província de Jalalabad, homens prenderam explosivos em veículos da polícia na manhã desta quarta-feira, matando um oficial e ferindo quatro, informou Mashraqiwal. /AP

Mais conteúdo sobre:
Afeganistãobancoataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.