Rebeldes iraquianos atacam hospital e matam dois pacientes

Um hospital da capital iraquiana foi alvo de um ataque que matou dois pacientes e feriu quatro com gravidade. No início da tarde, rebeldes iraquianos lançaram granadas propelidas por foguetes contra o Hospital Adnan Khairalla, atingindo o sétimo andar, segundo Amir Mojtar, chefe do setor de ortopedia. "O pavimento foi devastado. Ainda estamos avaliando os danos", afirmou.Na cidade de Ramadi, a oeste de Bagdá, fuzileiros navais americanos entraram em confronto com guerrilheiros iraquianos. Um hospital local informou que 5 pessoas foram mortas e 17 feridas, a maioria quando os americanos bombardearam uma casa numa área residencial. Pelo menos dois mortos eram meninos, cujos corpos queimados foram filmados pela TV da Associated Press. O comando militar americano não comentou o ataque.A polícia iraquiana informou que durante os enfrentamentos um helicóptero dos EUA foi derrubado na região de Ramadi e três soldados foram mortos. No entanto, o Departamento de Defesa americano negou a perda do helicóptero e morte de soldados na área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.