Rebeldes lançam granadas e morteiros em Bagdá

Rebeldes atacaram o centro de Bagdá com mais de uma dúzia de granadas e morteiros no dia de Natal. As explosões atingiram o Hotel Ishtar Sheraton e os portões de uma base militar norte-americana. Uma mulher foi ferida enquanto dormia em um apartamento localizado próximo do hotel. Na quarta-feira, os rebeldes cumpriram suas ameaças de atacar durante as festividades de Natal, com diversas explosões que causaram a morte de quatro soldados americanos, seis civis e um homem-bomba. Ao investigar o ataque contra o Sheraton, uma companhia da 1ª Divisão de Infantaria dos Estados Unidos encontrou uma série de panfletos pedindo aos iraquianos que permaneçam em suas casas durante a ofensiva rebelde, disse o tenente-coronel Kurt Muniz. Os panfletos também pedem aos norte-americanos que abandonem o país e aos policiais iraquianos que parem de trabalhar para as forças de ocupação do país. Durante a madrugada, foram ouvidas explosões distantes do centro de Bagdá, enquanto o Exército dos Estados Unidos bombardeava posições rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.