Rebeldes libertam dois reféns turcos no Iraque

Um grupo militante Tawhid e Jihad, ligado à rede terrorista al-Qaeda, informou que libertará dois reféns turcos que estão em seu poder, uma vez que a empresa para a qual os prisioneiros trabalhavam acatou as exigências dos rebeldes e deixou de vender caminhões às tropas norte-americanas no Iraque. O anúncio foi divulgado pela rede de TV al-Jazira nesta quarta-feira. No vídeo transmitido, os reféns Abdulrajran Demir e Sait Unurlu aparecem cercados por três homens mascarados. Um dos seqüestradores, armado, leu um documento em que o grupo declarava suas intenções de libertar os presos. O Tawhid e Jihad, movimento comandado pelo jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, havia divulgado o seqüestro dos turcos no dia 30 julho em uma fita de vídeo, na qual ameaçava matá-los caso suas exigências não fossem atendidas em 48h. Na segunda-feira, o mesmo grupo divulgou outra fita em que seus militantes assassinam o motorista de caminhão Murat Yuce, também turco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.