Rebeldes libertam oficial britânico no Nepal

Supostos rebeldes maoístas do Nepal libertaram um oficial do Exército britânico e seus quatro ajudantes nepaleses, dois dias depois de os terem seqüestrado numa remota aldeia montanhosa, disse Prem Narayan Sharma, administrador do distrito de Baglung. Os cinco reféns foram libertados ilesos.Foi noticiado anteriormente que havia dois oficiais britânicos e três ajudantes nepaleses. Hoje confirmou-se que na verdade eram quatro soldados gurkha nepaleses e um oficial britânico. Eles foram libertados por volta do meio-dia e desde então mantiveram contato com os escritórios administrativos regionais, disse Sharma. Trata-se da primeira vez em que rebeldes nepaleses seqüestram estrangeiros desde o início de sua insurgência, em 1996. Os rebeldes querem abolir a monarquia constitucional do Nepal e transformar o país em um Estado comunista. Eles têm como inspirador o líder revolucionário chinês Mao Tsé-tung. A insurgência já deixou mais de 7.500 mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.