Rebeldes maoístas matam 54 no Nepal

Centenas de tropas governamentais tomaram hoje o controle de uma área onde os rebeldes maoístas mataram 48 policias e seis civis em uma das mais sangrentas operações em seus seis anos de insurgência. Armados com bombas e metralhadoras, os rebeldes maoístas atacaram na noite de quinta-feira a casa de um ministro, uma estação de polícia, bancos e um ônibus em quatro diferentes cidades do Nepal.O cerco ao distrito de Dang, a cerca de 300 quilômetros a oeste de Katmandu, levou a pesados confrontos entre os rebeldes e as tropas, que continuaram até a manhã de hoje.A rebelião, que tem como objetivo a substituição da monarquia por um regime comunista, já custou a vida de 3.000 pessoas desde o seu início em 1996.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.