Rebeldes matam 11 pessoas em Uganda, acusa governo

Rebeldes atacaram uma aldeia no norte de Uganda e assassinaram 11 moradores, inclusive quatro crianças, acusou uma autoridade local. Pelo menos 20 supostos membros do Exército de Resistência do Senhor atacaram a aldeia de Apungi no sábado para roubar comida, disse Peter Lochap, administrador do distrito onde ocorreu o ataque. Um bebê de apenas seis meses está entre os mortos na região, situada mais de 250 quilômetros ao norte de Kampala, a capital de Uganda, disse Lochap.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.