Rebeldes matam 3 e deixam 4 feridos nas Filipinas

Rebeldes comunistas mataram três soldados e deixaram outros quatro feridos em uma emboscada na região montanhosa ao norte das Filipinas, informaram hoje autoridades do país, apesar da recente retomada das negociações de paz. Ontem, cerca de 30 soldados estavam carregando martelos, serras e outras ferramentas para consertar casas destruídas por um tufão, quando rebeldes do Exército do Novo Povo atacaram, com armas de fogo, por cinco minutos, ao pé de uma montanha perto na província de Ifugao, disse o Exército.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2011 | 13h10

Os soldados levados por um helicóptero à região mais tarde entraram em conflito com os rebeldes e feriram vários deles. O local da batalha é inacessível para veículos, disse o chefe da polícia de Ifugao, Laurence Mombael. Na semana passada, negociadores rebeldes e do governo retomaram as negociações, após mais de seis anos. O conflito entre as partes já dura 42 anos e é um dos mais longos da Ásia. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.