Rebeldes matam afegão que trabalhava em projeto americano

Um afegão que trabalhava em um projeto dedesenvolvimento financiado pelo governo dos Estados Unidos foi assassinado por rebeldes supostamente vinculados à milícia fundamentalista islâmica Taleban no sudoeste do Afeganistão,informou o Exército americano.Outros dois funcionários da Agência Internacional de Desenvolvimento dos EUA (conhecida pelas iniciais USAID) ficaram feridos no ataque ocorrido em Qalat, 380 quilômetros a sudoestede Cabul, a capital afegã, revelou o Exército americano por meio de um comunicado.O Exército informou ainda que soldados americanos e seguranças particulares tentaram ajudar o comboio de dois veículos atacado na manhã de sexta-feira. Um dos agressores foi morto, prossegue o comunicado. Segundo o documento, "terroristas desconhecidos"promoveram a ação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.