Rebeldes passam a apostar em guerra urbana na Ucrânia

Os insurgentes do leste da Ucrânia mudaram de estratégia e iniciaram uma sangrenta guerra urbana contra as forças do governo de Kiev à medida que perdem terreno e vão se isolando nas cidades de Donetsk e Luhansk.

AE, Agência Estado

16 de julho de 2014 | 20h57

Apesar do desejo do governo de minimizar as baixas civis, as forças da Ucrânia poderiam ser levadas a entrar em conflito dentro dessas cidades em sua batalha para manter o país unido. "Para responder a esta fase, nós, evidentemente, deveremos mudar de tática", disse o vice-chefe da administração presidencial, Valeriy Chaly.

Os insurgentes em Donetsk parecem estar se preparando para um extenso conflito, uma vez que estão enviando dos seus parentes para fora da cidade.

Um rebelde, que não quis dizer o nome, disse à Associated Press que não gostaria de ter sua esposa e filha na cidade enquanto ele participa da batalha. "Para nós, é mais fácil desta maneira. É mais fácil lutar, sua alma não estaria dividida. Porque quando os parentes estão aqui você pensa em proteger a sua família. Com eles longe, você sabe que eles estão seguros, é mais fácil de ir à luta", relatou à reportagem.

O porta-voz do Conselho Nacional de Segurança, Andrei Lysenko, disse que rebeldes arremessaram artilharia contra as tropas do governo em Luhansk à medida que tomavam posições em zonas residenciais e industriais. Essa foi a mesma tática usada no início do mês em Slovyansk, onde os rebeldes perderam terreno a alguns dias. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.